Latest news

O fim

Novo Saw V poster

Mais dois filmes para Rid...

Críticas pessoais- Hellbo...

Estreias nacionais

Novas imagens para Watchm...

Harry Potter and the half...

Ghost town poster

Star trek poster

Estreias nacionais

Sábado, 15 de Dezembro de 2007

Críticas pessoais- Esquadrão da província ( Hot fuzz )

Melhor: a realização de Edgar Wright, as interpretações dos actores, o humor britânico

Pior: por vezes um pouco parado

 

Comentário

Infelizmente e apesar de ter chegado aos nossos cinemas mais de meio ano depois, a sua estreia cá em Coimbra demorou ainda mais quatro semanas, mas valeu bem a pena a espera! Este filme é uma das melhores comédias do género, e com os tempos o humor britânico vai-se afastando a passos largos do medíocre humor americano que cada vez vê as suas comédias terem criticas devastoras. Esquadrão da província ou Hot fuzz, como quiserem, é um bom exemplo de uma excelente comédia e com uma realização de Edgar Wright de encher o olho. São soberbos os detalhes do realizador e como utiliza o trabalho da câmara, tornando um filme de duas horas numa emocionante mistura de comédia, acção e suspense. Infelizmente ainda não vi Shaun of dead, outro trabalho de Edgar Wright que tem sido muito bem criticado e que de certeza merece o meu visionamento.

Esquadrão de província tem um elenco de actores que merece ser destacado, não por ser conhecido mas pelas suas excelentes performances. Neste filme podemos ver personagens credíveis, tridimensionais que protagonizam momentos reais, reagindo de uma maneira normal e não fantástica. Cada personagem tem as suas características individuais, espelhando um desempenho de qualidade por toda a película. Existe sempre a dupla principal acima de tudo, mas por vezes é difícil deixar de pensar nas outras personagens, tão boas são as características e histórias. Simon Pegg e Nick Frost estão em perfeita sintonia e fantástico vê-los juntos. É impressionante ver duas personagens completamente distinctas darem-se tão bem no grande ecrã. Nick Frost tem uma interpretação de topo, conseguindo criar uma personagem inocente, cómica e credível, nunca ficando na sombra da personagem principal de Simon Pegg. Para mim, Danny é talvez o ponto mais alto do filme e a que qualquer sente um certo carinho especial por, pois é das personagens mais humanas de todo filme.

Apesar de passarmos o filme às gargalhadas e sairmos com um sorriso na cara, o filme por vezes torna-se um pouco parado e um pouco monótono, demorando um pouco a entrar na história secundária dos homicídios. Mas esse tempo perdido, foi todo para desenvolver bem as diferentes personagens e por isso não falo muito sobre isso, a não ser que podiam fazer talvez de maneira diferente. Mas o facto, é que são demasiadas personagens e conseguem introduzir um pouco de 'alma' em todas elas.

Apenas eu e mais duas pessoas estavam na sala enquanto visionava o filme e fiquei plenamente decepcionado, pois Esquadrão da província é um bom exemplo de comédia e poucas pessoas desconhecem o filme por completo. Indevidamente publicitado e completamente atrasado na sua estreia, Hot fuzz perde aqui muitos espectadores e, sem dúvida, muitos fãs! Espero que nas outras regiões do País, esta situação não tenha acontecido. É que cada vez vejo menos pessoas a irem ver um filme de cinema...

 

'Is it true that there's a point on a man's head where if you shoot it, it will blow up?'

Published by Dreamweaver às 18:12
Post link | Comment | Add to favorites
1 comentário:
De Hugo Gomes a 15 de Dezembro de 2007 às 21:29
Gostei muito da tua critica, e de afcto é um dos melhores do genero num largo espaço de anos, mas mesmo assi~m só perde para Knocked Up (UM Azar Do Caraças) que tb é uma frescura no genero.

Eis a minha critica
http://cinematograficamentefalando.blogs.sapo.pt/58628.html

Comment post

Author

Search

 

Setembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

Filme da semana